ábaco

á.ba.co 
sm (lat abacuArquit Parte superior do capitel da coluna, em que se assenta a arquitrave. 2 Calculador manual para aritmética, formado de um quadro com vários fios paralelos, em que deslizam botões ou bolas móveis. 3 Diagrama nomográfico; nomograma. 4 Aparador, balcão, bufete. 5 Nos santuários gregos, mesa em que se recebiam as oferendas. 6 Quadro de madeira ou de lousa, em que os geômetras traçavam as figuras. 7 Instrumento para dividir, na música, os intervalos da oitava. 8 Bastão usado pelo grão-mestre dos templários. Dim: abacisco. Varábax. Á. de jogar: mesa em que os gregos e romanos, com figuras e dados, praticavam um jogo semelhante ao de damas ou xadrez. Áde leitura: mesa coberta de areia, em que, para ensinar leitura, com um ponteiro se traçavam letras. Álogístico: tabuada de multiplicação, em que os números, de 1 a 60, se acham dos lados de um triângulo, e os produtos, no ponto de cruzamento das linhas perpendiculares. Ámágico: retângulo quadriculado, com números que, somados ou multiplicados em colunas verticais, horizontais ou diagonais, apresentam sempre um total constante. Ánatural: a mão do homem empregada como auxiliar de cálculos aritméticos. Á. pitagórico: tabuada de Pitágoras, em que se faz a multiplicação dos números de 1 a 9 entre si e se demonstra que a ordem dos fatores não altera o produto. Árabdológico: o que serve para converter as multiplicações e divisões em somas e subtrações respectivamente.
Compartilhar

Publicação: Redação Ferreguion